segunda-feira, 4 de julho de 2011

Uhuuu!

(julho 1, 2011 por Wellington Jr. - http://puroefacildelevar.wordpress.com/)

Cidadão Instigado é uma banda Cearense criada em 1994, liderada pelo Fernando Catatau, compositor e arranjador de todas as musicas da banda. As influências do Cidadão Instigado são muito amplas, de musica nordestina ao rock dos anos 70, passando ainda pelo “brega” brasileiro. A banda possui três discos, O Ciclo da De.Cadência (2002), O Método Túfo de Experiências (2005) e, o que falarei um pouco mais a diante, UHUUU! (2009).

Confesso que não consegui digerir por completo esse disco quando ouvi pela primeira fez, cheguei a até achar que tinha acabado de ouvir a banda mais sem noção e sem necessidade de existir. Mas depois parei para ouvir os outros discos da banda e consegui entender a “loucura” e o “surrealismo” da mesma.

Fernando Catatau pode ser considerado o Tom Zé da sua geração. E o Cidadão Instigado pode ser considerado os Mutantes do século XXI. Eles parecem beber da fonte desses grandes artistas brasileiros e conseguem como poucos fazer uma mistura de estilos diferentes sem parecer muito surreal e também sem parecer muito perfeito, entrando em um meio termo que se torna melhor que qualquer definição de engrandecimento.

UHUUU! é pop (“Contando Estrelas” e a linda “Como As Luzes”), vai pelo brega romântico (“Dói”, que Edgar Escandurra participa), dá uma volta pelo rock progressivo (“Escolher Pra Quê”, “Deus é Uma Viagem” e “Cabeção”) e ainda encontra um espaço para o experimentalismo surreal que é marca registrada da banda (“Ovelhinhas” , “A Radiação da Terra” e “Doido” que tem a participação do Arnaldo Antunes). E vale destacar também a nostálgica “Homem Velho”, uma das melhores faixas do disco.

UHUUU! é um disco de ritmos e estilos diferentes, diferente do seu antecessor. A banda não tem medo de misturar estilos e ritmos e forma um disco agradável de ouvir, não para todos os ouvidos, alguns podem estranhar de primeira como eu, outros podem demorar bastante tempo, mas é um disco que quando escutado com atenção se torna o disco de cabeceira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário