segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Saiba quais são os 50 álbuns que formaram identidade musical brasileira dos anos 2000


(MARCUS PRETO
DE SÃO PAULO)

Quais foram os álbuns que fizeram a identidade da música brasileira da década que termina na sexta-feira?

Usando como critério não só a qualidade estética, mas também o sucesso mercadológico e a relevância que tiveram na transformação da indústria musical, editores e repórteres da Folha selecionaram os 50 discos mais representativos do que foi o Brasil nos dez anos passados.

A década começou subvertendo bossa nova em música eletrônica --primeiro pelas mãos do produtor Suba (1961-1999), depois por iniciativas de Fernanda Porto e DJ Marky, entre outros.

A seguir, o samba foi alçado a principal ingrediente na reformulação do pop. O processo partiu da revitalização da Lapa carioca, com Teresa Cristina à frente, chegando ao mainstream em álbuns de Marisa Monte, Maria Rita etc.

O ciclo ufanista diminuiu a partir de 2006. Agora, o pop absorve um sem número de gêneros e volta a beber do rock, da psicodelia e do folk.

Mas a principal revolução dos 00 não foi estética. Muito mais radical foi a transformação das relações entre ouvinte, música e indústria.

Com as facilidades tecnológicas de gravação, o artista independente, antes exceção, se tornou regra do mercado. Essa nova condição fez nascer o espírito colaborativo que resultaria em projetos coletivos como o Instituto, o +2 e a Orquestra Imperial.

Como lembra João Marcello Bôscoli, dono da gravadora Trama, "se por um lado a internet ajudou na derrocada da indústria do disco, por outro serviu de plataforma para novos artistas". Ele cita os exemplos do Cansei de Ser Sexy e de Mallu Magalhães.

Gêneros populares, o tecnobrega, do Pará, e o funk carioca brotaram e ganharam espaço à parte da indústria.

"A indústria só conseguiu manter o controle sobre o [segmento] sertanejo", diz Pena Schmidt, ex-executivo de gravadoras que hoje atua como diretor artístico do Auditório Ibirapuera. "Nem no axé eles mandam mais --a Ivete é dona do seu nariz."

Em contrapartida, a internet "tornou o sucesso fugaz", como acredita João Augusto, dono da pequena gravadora Deck Disc. "O moleque já coloca músicas no computador sabendo que vai jogar fora."

Mesmo reconhecendo o quanto sua banda deve à internet, Adriano Cintra, baixista do Cansei de Ser Sexy, concorda com isso: "A música virou um acessório do iPod. Ninguém quer mais gastar dinheiro com ela".



DISCOTECA BÁSICA DOS ANOS 00

1. Bebel Gilberto - Tanto Tempo (2000)
2. Suba - São Paulo Confessions (2000)
3. Otto - Condom Black (2001)
4. Ana Carolina - Ana Rita Joana Iracema e Carolina (2001)
5. Seu Jorge - Samba Esporte Fino (2001)
6. Ivete Sangalo - Festa (2001)
7. Los Hermanos - Bloco do Eu Sozinho (2001)
8. Hamilton de Holanda - Hamilton de Holanda (2001)
9. Cachorro Grande - Cachorro Grande (2001)
10. Tribalistas - Tribalistas (2002)
11. Grupo Revelação - Ao Vivo no Olimpo (2002)
12. Mart'nália - Pé do Meu Samba (2002)
13. Instituto - Coleção Nacional (2002)
14. Max de Castro - Orquestra Klaxon (2002)
15. Fernanda Porto - Fernanda Porto (2002)
16. Teresa Cristina - Canta Paulinho da Viola (2002)
17. Zeca Pagodinho - Deixa a Vida me Levar (2002)
18. Nando Reis - A Letra A (2003)
19. Cibelle - Cibelle (2003)
20. Domenico + 2 - Sincerely Hot (2003)
21. DonaZica - Composição (2003)
22. Marcelo D2 - A Procura da Batida Perfeita (2003)
23. Pitty - Admirável Chip Novo (2003)
24. Maria Rita - Maria Rita (2003)
25. Banda Calypso - Ao Vivo em São Paulo (2003)
26. Mombojó - Nadadenovo (2004)
27. Cidadão Instigado - O Ciclo da De.Cadência (2002)
28. DJ Marky & XRS - In Rotation (2004)
29. Mônica Salmaso - Iaiá (2004)
30. Romulo Froes - Calado (2004)
31. Tati Quebra-Barraco - Boladona (2004)
32. Vanessa da Mata - Essa Boneca Tem Manual (2004)
33. Céu - Céu (2005)
34. Roberta Sá - Braseiro (2005)
35. Caetano Veloso - Cê (2006)
36. Kassin + 2 - Futurismo (2006)
37. NXZero - NXZero (2006)
38. Cansei de Ser Sexy - Cansei de Ser Sexy (2006)
39. Marisa Monte - Universo ao meu Redor e Infinito Particular (2006)
40. Orquestra Imperial - Carnaval Só Ano que Vem (2007)
41. Vanguart - Vanguart (2007)
42. Fernanda Takai - Onde Brilhem os Olhos Seus (2007)
43. César Menotti & Fabiano -.com_você (2007)
44. Tiê - Sweet Jardim (2008)
45. Cérebro Eletrônico - Pareço Moderno (2008)
46. Mallu Magalhães - Mallu Magalhães (2008)
47. Marcelo Camelo - Sou (2008)
48. Maria Gadú - Maria Gadú (2009)
49. Marcelo Jeneci - Feito pra Acabar (2010)
50. Tulipa Ruiz - Efêmera (2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário